Stocks TradingCharts.com

stocks prices, charts & quotes

Free Stock Prices, Charts & Stock Price Quotes

Search
Symbol Search Browse Symbols My Charts Menu
QUICK QUOTE
QUICK CHART
F.A.Questions Suggestion Box Advertising Info Commodity Charts Forex Markets

Stocks & Financial News

Breaking financial news 24/7 courtesy of TradingCharts.com Inc. / TFC Commodity Charts

CHINA: País vende título de dívida a juros negativos pela 1ª vez - DJ News

Nov 19, 2020 (Grupo CMA via COMTEX) --
São Paulo, 19 de novembro de 2020 - As taxas de juros super baixas na Europa ajudaram a China a vender sua primeira dívida de rendimento negativo, ao levantar cerca de US$ 4,7 bilhões em um negócio de três partes em euros. As informações são da agência de notícias "Dow Jones". A venda da dívida atraiu uma demanda robusta, auxiliada pelo rápido retorno da China ao crescimento econômico após enfrentar o coronavírus e a relativa escassez de títulos chineses denominados na moeda comum. O negócio valia 4 bilhões de euros, o equivalente a US$ 4,74 bilhões, e dividido entre títulos de 5, 10 e 15 anos. Os títulos de 5 anos foram cotados para render 0,152% negativo, enquanto os títulos de 10 e 15 anos foram vendidos com rendimentos positivos de 0,318% e 0,664%, respectivamente. Esta é a primeira vez que a China vende dívidas com rendimento negativo, de acordo com a Dealogic. Os investidores fizeram pedidos totais de cerca de 18 bilhões de euros, disse Samuel Fischer, chefe dos mercados de capitais de dívida onshore da China no Deutsche Bank, um dos bancos que administrou o negócio. "As pessoas querem mais exposição à China", disse Fischer. "Os mercados financeiros da China estão se abrindo, mas ainda há uma grande escassez de dívida soberana entre os investidores. A história da reviravolta da covid-19 na China e a resiliência de sua economia também são coisas que as pessoas gostam." James Athey, gerente de investimentos da Aberdeen Standard Investments, disse que os empréstimos em euros trazem outros benefícios, além de baixas taxas de juros. "A China também quer depender menos dos mercados de dólares americanos e americanos", acrescentou. A dívida com um valor de mercado de cerca de US$ 16,9 trilhões está sendo negociada com rendimentos negativos, de acordo com o ICE BofA Global Broad Market Index, uma referência para os mercados de títulos mundiais. A China tornou-se um mutuário internacional mais ativo recentemente. Em novembro passado, vendeu títulos em euros pela primeira vez desde 2004. E um mês atrás, levantou US$ 6 bilhões com a venda de novos títulos em dólares, batendo um recorde estabelecido no ano passado. A economia da China cresceu 4,9% no terceiro trimestre em relação ao ano anterior, voltando para sua trajetória pré-coronavírus. O Fundo Monetário Internacional disse em outubro que espera que a China seja a única grande economia a crescer este ano, expandindo 1,9%. A dívida pública aumentou em todo o mundo à medida que os países levantam fundos para combater a pandemia. A Moody's projeta que a dívida do setor público da China, incluindo empréstimos por governos e empresas estatais, aumentará para 185% -190% do produto interno bruto em 2020-2021 de 167% em 2019. Andrew Mulliner, gerente de carteira de títulos da Janus Henderson, disse que a proporção da dívida em relação ao PIB da maioria dos países aumentou substancialmente, por isso é importante focar na capacidade de um país de controlar e pagar a dívida. "O que está se tornando cada vez mais aparente é que essas altas dívidas não são necessariamente um problema se você tem um banco central cativo", disse ele. Os compiladores de índices de títulos internacionais Bloomberg LP, FTSE Russell e JPMorgan Chase & Co. agiram para adicionar dívida do governo chinês em yuans a alguns índices importantes. Isso ajudou a alimentar o apetite internacional pelos títulos soberanos emitidos internamente pela China. "A China também está se beneficiando atualmente de grandes fluxos de pessoas que são forçadas a possuir seus títulos de qualquer maneira por meio da indexação", disse Mulliner. Julio Viana / Agência CMA Copyright 2020 - Grupo CMA

comtex tracking

Do not sell my personal information

Copyright © 2020. All market data is provided by Barchart Solutions. Information is provided "as is" and solely for informational purposes, not for trading purposes or advice. To see all exchange delays and terms of use, please see disclaimer.